Eleições 2018: Como Utilizar o Aplicativo e-Título

Nos aproximando cada vez mais das eleições 2018, inovações surgem no processo eleitoral. As mudanças nestas eleições se dão principalmente na parte tecnológica. A Justiça Eleitoral criou o aplicativo e-título, o qual pode ser utilizado para substituir o título de eleitor físico por um virtual.
O e-Título nada mais é do que uma versão digital do tradicional título de eleitor. Estando disponível para Android e iOS, o e-Título é muito simples de se utilizar. O modelo possui algumas informações adicionais, além de informações básicas, como zona e seção.
No e-Título ainda estão presentes dados como o endereço do local de votação, informações sobre quitação eleitoral e até mesmo informações quanto ao cadastramento biométrico.
Caso você não tenha o cadastramento biométrico, o aplicativo não terá sua foto. Outra funcionalidade do aplicativo é o QR Code que o mesmo disponibiliza para validação na zona eleitoral.

Como instalar e utilizar o e-Título nas eleições de 2018

A utilização do aplicativo é extremamente simples. Para que você possa baixá-lo e consiga simplificar o processo de votação, basta você ter um smartphone com Andoid ou iOS.
Após efetuar o download do aplicativo, basta você preencher os dados na tela inicial. Após isso, clique em “Acessar”. Assim, seu título de eleitor virtual já aparecerá na tela.
Uma vez que este cadastramento é feito, você já pode deixar o seu título de eleitor em casa na próxima votação. A versão digital do aplicativo substitui a versão física do título. No aplicativo existem uma guia chamada “Onde votar”. Nesta aba é possível consultar o seu local de votação. Diversas informações sobre a sua situação eleitoral podem ser consultadas pelo e-título.
Um fator que demanda muito cuidado na utilização do aplicativo nas eleições 2018 é a inserção dos nomes exatamente como constam nos documentos. Isto porque o aplicativo não deixa passar qualquer divergência, anulando qualquer informação errada.

Outras informações sobre as eleições 2018

É importante lembrar que as pessoas que não fizeram o recadastramento biométrico devem portar algum documento oficial com foto. Isto por que o título de eleitor digital não possui foto para pessoas que não estão cadastrados na biometria.
O título de eleitor tradicional continua valendo, porém, deve ser apresentado junto com algum documento oficial com foto. Nas eleições 2018 algumas seções poderão imprimir o voto em um comprovante.
O eleitor terá a possibilidade de conferi-lo visualmente, mas não poderá levá-lo para casa. Este será depositado, de forma automática e sem contato manual do eleitor, em local previamente lacrado.

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *